# Paz... Por que nos abandonastes?

***
OK! Amigos,

Sejam vocês Visitantes, Parceiros, Associados... ou algum "Internauta", que acabou naufragando por aqui, através dos vendaváis do destino.

É mais que natural, fazermos uma reflexão ou digamos um "balanço" sobre os acontecimentos dos trezentos e tantos dias que vão ficando para trás...

Para a grande maioria de nós, "pobres mortais", os anos simplesmente passam!
Não estamos num campeonato, ganhando titulos ou fama. Acordamos de manhã e seguimos para o trabalho e só retornamos no Ocaso - Quando o sol já começa a se por, lá no distante horizonte.

OK!... Pode ser... É verdade...

Talvez este ano, eu tenha estado numa formatura ou num casamento incrível...
Talvez tenha participado de alguma festa memorável...
Talvez tenha feitos novos amigos e me cercado de ótimas pessoas...
Talvez este ano, eu tenha feito aquela viagem dos meus sonhos...
Talvez eu tenha comprado, meu carro, minha casa... Arrumado outro emprego...

Mas no final, parece que tudo que fazemos não passa de "entretenimento", algo que nos permite "matar o tempo"... Antes que o tempo nos mate!

Olhando para trás, recordaremos de muitas coisas boas e engraçadas que nos farão rir novamente e sempre que delas nos lembrarmos.
Mas, infelizmente o "
puzzle" da vida e do viver é feio de peças boas e peças ruins... de risos e lágrimas... de encontros e desencontros... de momentos perfeitos e situações desastrosas...


As recordações também trarão de volta, coisas sempre muito difíceis... Pessoas que partiram... amizades perdidas... sonhos desfeitos...

"A vida é bela"... para uns poucos escolhidos - Certamente!

Para outros, no entanto, é preciso uma boa dose de "Dreher"... rsrsrs... E muita dose de bom-humor. Porque as vezes, não resta outra coisa a fazer do que ironizar os revezes da vida... fingir e acreditar que tudo que acontece, é para o nosso bem... cof cof cof... Desculpem é difícil bancar o Roberto Benigni.

Há umas poucas horas atrás, estive com um amigo que descobriu estar com uma doença... Sua condição é terminal.
Não há nada pra se dizer! - Tudo que se diga nessas horas, soa EFÊMERO DEMAIS!

Não entendo do realmente somos feitos, conheço tanta gente que passa o dia tentando provar que é melhor do que os outros e que por isso tem direitos especiais junto a Deus.
Falam embargados de uma "superioridade espiritual" auto-outorgada.

De fato, a vida é injusta e o mundo um palco de horrores... Por isso há tempo para tudo e uma única coisa certa para todos... A morte!Ela não possui olhos, nem ouvidos... Não atende súplicas, nem vê as lágrimas que derramamos - Sua tarefa não é julgar e muito menos sentir!
E a despeito de nossas crenças, descrenças, seitas e religiões... A "Ela" foi destinada um única missão... Ceifar!


Não sei como finalizar essa postagem!

Sinto-me em paz neste momento, mesmo sabendo que ela é relativa e temporária - Para assenta-se ao meu redor esse tipo momentâneo de paz, impõe-me a condição de fechar, os olhos e ouvidos as tantas injustiças, sofrimentos e todas as formas de injúrias que permeam nossas almas... todos dos dias de nossas vidas.

2 comentários:

Michael disse...

Hi Clarky!

I like how you discuss the issue here. Indeed, life is full of contradictions. We are in constant competition with other people, and even with ourselves.

But I know things happen for a reason, and that in our journey to find happiness and peace of mind on this earth, we learn the values needed so we can be better persons.

In 2012, and always, our goal is to become a better version of ourselves, be better than who we are yesterday. And with friends like you, life is not a competition, though it is a challenge -- a challenge to be good, or be better... and why not strive to be the best?

Take care Clark!

Pr.Jéferson Fabiano Candido disse...

OLÁ! DECIDI PUBLICAR SEU COMENTÁRIO COMO UMA POSTAGEM, POR CONSIDERAR DE VITAL IMPORTÂNCIA PARA A REFLEXÃO DO NOVO ANO.

Postar um comentário